A Expanção da IASD

A IASD concentrou-se na América do Norte até 1874, quando John N. Andrews foi enviado para a Suíça como primeiro missionário oficial além-mar. A África teve seu primeiro contato com o adventismo em 1879, quando o Dr. H. P. Ribton, um recém-convertido na Itália, mudou-se para o Egito e abriu uma escola, mas o projeto foi encerrado quando houve uma revolução nas redondezas da escola. O primeiro país não-protestante a ser atingido foi a Rússia em 1889 com a chegada de um ministro.
Em 20 de outubro de 1890 a escuna Pitcairn aportou em São Francisco, Califórnia e logo se ocupou em levar missionários para as Ilhas do Pacífico. Os adventistas do sétimo dia entraram em países não-cristãos pela primeira vez em 1894 – Costa Dourada, (Gana), África Ocidental, e Matabeleland, África do Sul. Neste mesmo ano missionários foram enviados à América do Sul, e em 1896 havia também representantes no Japão.
A IASD tem apresentando um crescimento notável na América do Sul e África com atuação reconhecida na área de saúde. Nos Estados Unidos a denominação apresentou crescimento líquido de 11% no período de 1990 a 2001, segundo estudo da City University of New York[1], indo de 668.000 a 724.000. Atualmente apresenta naquela localidade 908.450 membros (crescimento de 25% em 5 anos).
Em um século e meio, a Igreja Adventista do Sétimo Dia cresceu de um grupo de pessoas de várias denominações que estudavam a Bíblia, para uma comunidade mundial, totalizando em 2006 mais de 15 milhões de membros e outros 6 milhões de simpatizantes espalhados em 208 países do globo

O Adventismo no Brasil

No Brasil o adventismo chegou em 1884 através de publicações que chegaram pelo porto de Itajaí com destino a cidade de Brusque, no interior de Santa Catarina. Em maio de 1893 chegou o primeiro missionário adventista, Alberto B. Stauffer que introduziu formalmente através da Colportagem os primeiros contatos com a população. Em abril de 1895 foi realizado o primeiro batismo em Piracicaba, SP, sendo Guilherme Stein Jr o primeiro converso. Inicialmente os estados brasileiros com maior presença germânica foram atingidos pela literatura adventista. Conforme informações repassadas pelo pastor F Westphal, a primeira Igreja Adventista do Sétimo Dia em solo nacional foi estabelecida na região de Gaspar, em Santa Catarina, em 1895, seguida por congregações no Rio de Janeiro e em Santa Maria do Jetibá, no Espírito Santo, todas no mesmo ano.
Com a fundação da gráfica adventista em 1905 em Taquari, RS (atual Casa Publicadora Brasileira localizada em Tatuí-SP), o trabalho se estabeleceu entre os brasileiros e se expandiu em todos os estados. A primeira Escola Adventista no Brasil surgiu em 1896 na cidade de Curitiba. Em 2005 somam-se 393 escolas de ensino fundamental e 118 do ensino médio com o total de 111.453 alunos e seis instituições de Ensino Superior (IES) com mais de cinco mil alunos que tem no Centro Universitário Adventista de São Paulo, sua matriz educacional. O UNASP como é conhecida esta IES, surgiu em 1915, no Capão Redondo, SP e hoje conta com três campi: na cidade de São Paulo, em Engenheiro Coelho e Hortolândia. Em 2007 a Educação Adventista é citada como um das melhores instituições de educação no Brasil, pela revista Veja da editora Abril.
Em 1960, surge o primeiro Clube de Desbravadores (departamento juvenil da IASD) na cidade de Ribeirão Preto.
No Brasil são 1.350.000 membros da IASD em 2005 sob a coordenação de seis Uniões que administram as Associações e Missões. As instituições da IASD do Brasil e de sete países latino-americanos formam a Divisão Sul Americana, com sede em Brasília, DF.

Adventismo em Portugal

O primeiro contacto da igreja Adventista em Portugal foi através Clarence Rentfro que em 1904 pisou solo português como pioneiro da Igreja Adventista em território lusitano, desembarcando do navio Madalena no dia 26 de Setembro.
Foi com a senhora Lucy Portugal, viúva do actor António Portugal, que o seu trabalho começou a ter êxito. Com efeito, foi na casa desta senhora, Rua dos Industriais, nº9, 2º que se realizou a primeira escola sabatina (trata-se de um programa de estudo semanal continuado em que os membros têm oportunidade de estudar um mesmo tema durante a semana e discuti-lo posteriormente no Sábado).
A partir de 13 de Agosto de 1906, alugou-se uma sala de culto na Rua de S. Bernardo à Estrela, nº 120, 1º. A 21 de Setembro de 1906, tiveram lugar os primeiros baptismos na praia de Carcavelos feitos pelo pastor Ernesto Schwantes, recentemente chegado do Brasil, e a 8 de Dezembro do mesmo ano mais duas pessoas foram baptizadas no mesmo local.
A imprensa nacional não tardou a fazer eco do aparecimento da Igreja Adventista. Em 28 de Março, de 1907, o jornal O Século, publicava na primeira página e com continuação na página seguinte, um extenso artigo intitulado “Uma Nova Religião em Lisboa - o que é a Igreja Adventista do Sétimo Dia – Deve Guardar-se o Sábado – Cristo vai chegar sobre as Nuvens do Céu”. O artigo é ilustrado com uma foto do Pr. Rentfro. Transmitia uma mensagem muito positiva do povo Adventista e das suas doutrinas.
No número 15 de Abril, o semanário Ilustração Portuguesa publicou também com várias fotos, um artigo intitulado “Nova Religião em Portugal – A Igreja Adventista”. Nesse mesmo ano de 1907, publicava-se o primeiro livro adventista “O Preceptor da Bíblia no Lar”.
A igreja começara entretanto a sua expansão. Em 1906, Ernesto Schwantes iniciara a sua actividade no Porto. Em 1910 chegava a Portugal o pastor Paul Meyer. Clarence Rentfro substituira um ano antes Ernesto Schwantes (regressado ao Brasil) na região do Porto. As cidades de Portalegre, Tomar e Coimbra conheciam a mensagem adventista.
Hoje existem cerca de 9 mil membros baptizados. Porém, adicionando os jovens e crianças (a Igreja Adventista do Sétimo Dia defende o baptismo somente após tomada de consciência e de maturidade sobre a decisão que é individual), todos envolvidos no ministério jovem que é dividido em clubes: 6 a 9 anos denominados Aventureiros, de 10 a 15 Desbravadores, de 16 a 35 de Jovens. Os crentes inscrito na Escola Sabatina, chegaram aos 15 mil crentes.

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Créditos

100% Adventista

Site melhor visualizado no Google Chrome ou no Mozilla Firefox,
Desenvolvido por Bruno, membro da IASD Central do Rio de Janeiro.

Autores:

Clayson Albino

Daniel Santos

Editor Geral:

Bruno Vieira

Todos os Direitos Reservados © 2008 - 2013

Área Restrita

Usuário:
@comunidadeadventista.com
Senha:
Não consegue acessar a sua conta?

  © Comunidade Adventista - 2008 - 2013 | Desenvolvido por Bruno Vieira