Seis dicas para não esfriar na Fé

A idéia acalentada por algumas pessoas de que “uma vez salvo, salvo para sempre” parece não corresponder à realidade dos fatos. A Bíblia sempre fala de escolhas e de manutenção da experiência da salvação mediante a comunhão com Jesus. Na parábola da figueira (João 15), Jesus afirma que os ramos que não se mantiverem conectados ao caule acabarão por murchar e morrer. Portanto, é preciso estar conectado com Cristo, se quisermos ter uma vida espiritual vibrante e cheia de entusiasmo. Abaixo segue uma relação de seis dicas para não “esfriar” na fé e manter essa conexão vital com o Salvador.

1. Leia a Bíblia. Sem atenção a esta dica, tudo o mais, cedo ou tarde, acabará mal no que diz respeito à vida espiritual. Lembre-se do conselho de Jesus em João 5:39, de que devemos examinar as Escrituras, pois elas testificam dEle. Não se contente em estudar a Lição da Escola Sabatina apenas para responder à chamada da Escola Sabatina, aos sábados.Leia também os livros do Espírito de Profecia. Ellen White diz, em Testemunhos Seletos, vol. 2, pág.69: “O amor sincero à verdade e a cuidadosa obediência às instruções do Espírito de Profecia serão nossa única proteção contra os enganos do inimigo, os espíritos sedutores e as doutrinas de demônios.” Não caia na tentação de pensar que já “conhece a verdade” e que, por isso, dificilmente será enganado por alguém. Satanás também conhece a verdade...

2. Ore. Mas não se contente em orar alguns minutos pela manhã, ao meio-dia e tarde da noite, quando o sono já mal permite a conversa com Deus. “O Salvador dos homens, o Filho de Deus, sentia a necessidade de orar, quanto mais devemos nós, débeis e pecaminosos mortais que somos, sentir a necessidade de fervente e constante oração. ... As trevas do maligno envolvem os que negligenciam a oração. As sutis tentações do inimigo os incitam ao pecado; e tudo isso por não fazerem uso do privilégio da oração, que Deus lhes conferiu” (Caminho a Cristo, pág. 94). “Cumpre-nos buscar agora uma experiência profunda e viva nas coisas de Deus. Não temos sequer um momento a perder. Estamos no terreno encantado de Satanás. Não durmais, sentinelas de Deus” (O Grande Conflito, pág. 353 – Ed. Condensada [grifo acrescentado]).Alguns pensam que pelo fato de Deus já saber tudo o que pensamos e de que precisamos, não é necessário orar. O cônjuge e os bons amigos também conhecem nossa forma de pensar, mesmo assim temos prazer em dedicar tempo para conversar com eles. Deus é nosso amigo. E a oração é, antes de tudo, conversa.

3. Freqüente a igreja. Quando vamos à casa de Deus com o coração aberto e dispostos a ter um encontro com Ele (principal objetivo do culto), somos enriquecidos espiritualmente. Por isso a Bíblia recomenda, em Hebreus 10:25: “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.” E Ellen White reforça: “Incorremos em perda quando negligenciamos o privilégio de nos associarmos, a fim de fortalecer-nos e encorajar-nos uns aos outros no serviço de Deus. As verdades de Sua Palavra perdem sua vivacidade e importância em nossa mente. Nosso coração deixa de iluminar-se e despertar-se pela influência santificadora, e nós decaímos em espiritualidade” (Patriarcas a Profetas, pág. 578).

4. Cuidado com os entretenimentos. Não gaste seu já escasso tempo lendo livros de conteúdo duvidoso, ouvindo músicas fúteis, assistindo programas de TV sem valor e acessando sites duvidosos. “Cuidem [os cristãos] com o que lêem bem como com o que ouvem. Fui instruída quanto a se acharem eles no maior risco de ser corrompidos por leitura imprópria. Satanás tem mil modos de desassossegar a mente. ... Quanto tempo precioso é mal gasto, e que poderia ser empregado em estudar o Modelo da verdadeira bondade” (Mensagens aos Jovens, págs. 271 e 280).

5. Cuidado com as amizades. Não devemos supor que podemos nos “unir aos amigos de diversões, os folgazões e amantes de prazer, e resistir ao mesmo tempo à tentação”; além disso, “não é seguro para os cristãos o buscarem a convivência dos que não têm nenhuma ligação com Deus, e cuja maneira e viver Lhe é desagradável” (Ibidem, págs. 366 e 432). A Bíblia também traz uma conhecida passagem em II Coríntios 6:14: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão da luz com as trevas?” Claro que isso não significa ser preconceituoso e exclusivista. A melhor maneira de provar que você ama alguém é apresentar essa pessoa a Jesus.

6. Envolva-se no trabalho missionário. Desenvolva o hábito de entregar folhetos com mensagens de esperança, dê estudos bíblicos, enfim, fale de Jesus. “Em muitas de nossas igrejas nas cidades, o ministro prega sábado após sábado e, sábado a sábado, os membros vão à casa de Deus sem palavras que dizer sobre as bênçãos recebidas em resultado das que comunicaram. Não trabalham durante a semana, pondo em prática as instruções que lhes foram dadas no sábado. Enquanto os membros da igreja não fizerem esforços para dar aos outros o auxílio que lhes é dado, tem que resultar disso grande debilidade espiritual. ... Relativamente pouco trabalho missionário se faz, e qual é o resultado? – As verdades que Cristo deu não são ensinadas. Muitos dentre o povo de Deus não estão crescendo em graça. Muitos estão com disposição de espírito desagradável e queixosa. Os que não estão ajudando outros a reconhecerem a importância da verdade para este tempo, têm que sentir-se mal satisfeitos consigo mesmos. Satanás tira proveito deste aspecto de sua experiência e leva-os a criticar e queixar-se. Se estivessem ativamente empenhados em procurar saber e cumprir a vontade de Deus, sentiriam tal peso pelas almas a perecer, tal desassossego de espírito, que não poderiam ser estorvados de cumprir a comissão: 'Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura'” (Testemunhos Seletos, vol. 3, págs. 81 e 304 [grifos acrescentados]).Nada pior que um cristão espiritualmente adormecido. Não aproveita nada do que os dois mundos (o espiritual e o do pecado) têm a oferecer. Vive uma ilusão e jamais pode ser feliz. Mas se você quer ter uma experiência cristã viva, olhe firmemente para Jesus, o Autor e Consumador de nossa fé (Hebreus 12:2).


Fonte:: Michelson Borges - Jornalista, Editor na Casa Publicadora Brasileira e Autor do livreto Esperança Para Você (http://www.cpb.com.br/).

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Créditos

100% Adventista

Site melhor visualizado no Google Chrome ou no Mozilla Firefox,
Desenvolvido por Bruno, membro da IASD Central do Rio de Janeiro.

Autores:

Clayson Albino

Daniel Santos

Editor Geral:

Bruno Vieira

Todos os Direitos Reservados © 2008 - 2013

Área Restrita

Usuário:
@comunidadeadventista.com
Senha:
Não consegue acessar a sua conta?

  © Comunidade Adventista - 2008 - 2013 | Desenvolvido por Bruno Vieira