Comentário da Lição - Lição 2 - Gilson Nery

Lição 02. Segundo trimestre. 04 a 11 / 04 / 009
Comentários de Gilson Nery
Esc. Sabatina.

F é

A fé que significa firme fundamento da certeza e convicção sobre o que não podemos entender, é dom de Deus; fé que se desenvolve em nós como uma semente de mostarda quando em contacto com o solo ( Palavra de Deus ), é, também, um dom de Deus, dádiva divina, agora com a participação humana em exercitar esta fé, e, este exercício de fé é mantido pelo poder de Deus em associação com a participação humana em exercitar esta fé, e, exercitar esta fé significa trazê-la sempre, em contacto com a Palavra escrita de Deus e comunhão com o Espírito Santo, lançando sempre as nossas “redes” de pescar do lado onde Cristo Se encontra, ou seja, do lado direito do barco, ( João 21:6:Lc.5:5. ), mesmo não estando vendo nenhuma evidência da existência de “peixes;” este exercício da fé de contínuo, trará, como resultado, uma fé de dimensões de uma grande árvore onde se aninharão muitos pássaros. Mt. 13:31-32;Lc. 17:5; Cristo é o Autor e Realizador da nossa fé ( Heb. 12:2. Bíblia de Jerusalém ), mas nós precisamos lançar as nossas redes de pescar do lado da presença de Cristo, mesmo não estando vendo nenhuma evidência de resultados positivos; isto chama-se, exercício de fé, ou seja, exercitar a fé que nos foi concedida como um dom divino, Jud. 3; em muitos casos, a nossa fé está sempre na minguante, porque estamos lançando as nossas redes do lado oposto do barco, e, as vezes, não estamos lançando estas redes de lado nenhum da nossa nau, estamos apenas dentro do nosso barco da nossa embarcação, lamentando a nossa pouca fé e pedindo que Cristo aumente esta fé ( Lc. 17:5 ), sem exercitarmos do dom da fé que já recebemos de Deus. Existem, também, os que confundem fé com sentimento e vivem, também, lamentando sua falta de fé, como mencionado acima, estão dentro do barco lamentando-se e pedindo que seja aumentada a sua fé, sem lançarem as suas redes sobra a Palavra do Autor, Doador e Mantenedor da fé, ficam esperando que os peixes apareçam na superfície das águas para depois lançarem as suas redes; outros ficam esperando que os peixes pulem para dentro de seus barcos, querem ver para crer e não crer para ver. João 11:11:40.

Classificações de fé:

1 – Fé do tamanho de um grão de mostarda, que é um dom de Deus a todos os seres humanos.
2 – Fé “como” um grão de mostarda cultivada e em crescimento.
3 – Fé especial para operação de maravilhas.
4 – Fé igual a medida da fé que Jesus possuía, que todos os que atravessarem o tempo de angustia quando hão houver mais Intercessor no Santuário Celestial, vão precisar possuir agora.

Verso para memorizar: A graça vem antes da fé, ninguém precisa crer ou possuir fé para receber graça, esta vem a todos os habitantes do mundo independentemente dos seus credos, até mesmo para o mais cético e incrédulo, por este motivo é que podemos afirmar que mesmo os piores ateus vivem pela graça divina; disse alguém que a graça é como uma atmosfera que circunda o nosso planeta; é esta graça que nos trás o dom da fé, que, também é dada a todos sem exceção, por isso podemos afirmar, também, que em certos aspectos, todo cético e o pior dos ateus, lá pelos rincões do subconsciente, são pessoas de fé, ou seja, possuem alguma fé que a graça semeou em suas mentes; é uma lástima que esta fé doada pelo Criador, seja pervertida e usada para crer no absurdo da indigesta teoria e dogma da evolução da espécie e, para conseguirem este objetivo, tiveram que exercitarem e perverterem a sua fé em sentido inverso; lançaram as suas redes na terra seca e não nas águas da salvação. A graça nos concede o dom da fé para que lancemos as nossas redes do lado direito do nosso barco, lado este, que Se encontra a Pessoa de Jesus Cristo o Qual nos salvará e nos transformará em pescadores de almas.

Se gloriar do que? Se gloriar do que se a fé e a graça, são dons de Deus, a nossa vida é dom de Deus assim como as obras que praticamos são frutos do Espírito Santo? Mas, existe sim, um motivo justo para nos gloriar, e este é o de estarmos crucificados com Cristo em Sua Cruz (Gl.6:14 ) e, também, em conhecer Pessoalmente a Deus e saber que Ele é O Senhor que faz misericórdia, juízo e justiça na terra, destas coisas Ele se agrada, ( Veja. Jr. 9:24 ), fora deste contexto não existe nada pelo qual possamos nos gloriar.

Parte de domingo. Fé – dom de Deus.

Fé – dom de Deus a toda a humanidade.
Perg. 01 – Repetindo digo: é a graça que nos concede o dom da fé, e, esta se torna o meio pelo qual podemos visualizar o Salvador e Sua salvação, e, é o Espírito Santo que opera os processos nesta área da vida espiritual do homem.
Perg. 02 – Em seu estado originário e primário, a fé vem a nós independentemente do nosso posicionamento ou qualquer mudanças em nossa vida, e, a partir disso é que nós, ao exercitarmos esta fé, este dom, é que nós recebemos mais fé para fazermos as nossas mudanças. Cuidado com a posição da pirâmide!

Parte de segunda feira. A base da nossa fé.

A base da nossa fé é o nosso Autor, Mantenedor e Consumador desta fé, Jesus Cristo. Heb. 12:2.
Perg. 03 – É, em seu espírito de vida que as Sagradas Letras podem nos fazer sábios para a vida eterna, sábios e poderosos na fé “em” Jesus, para que possamos possuir a fé de Jesus, ou seja, o mesmo grau de fé que Ele possuía ( Apc. 14:12. Al.Rev.Corg. 1986 ), e esta é a fé que vencerá o mundo e o conflito final entre a verdade e o erro..
Perg. 04 – Fé, crença e obras são elementos que existem coligados entre si, Deus nos deu a fé para que possamos crer, e, crendo, possamos ver a Glória de Deus produzindo as obras da salvação operante em nós através da fé. É quando o homem, depois que recebe este dom da fé, sufoca esta pequenina semente da fé, semeada pelo Espírito Santo em seu coração, que esta não germina e não cresce, não se tornando uma grande árvore.

Parte de terça feira. Exercendo fé.

Nota – Para se exercer fé é preciso já ter recebido fé, e, esta é dada a todos, mas, apenas uma pequena parte dos que recebem este dom exercitam esta dádiva divina.
Perg. 05 – Os milagres, por mais numerosos e espetaculares que sejam, não substituem as Escrituras Sagradas como norma que aferi e define questões de identificação das origens e do que é falso ou verdadeiro; nem mesmo a ressurreição de mortos deve nortear as nossas crenças. Lc. 16:31. O Único Fundamento Infalivelmente sólido e irremovível, é a Pessoa de Jesus Cristo e Sua Palavra escrita e canonizada.
Perg. 06 – Note: De fé em fé que opera por amor; na realidade, fé morta não existe como fé operante, esta espécie de fé existe como uma falsificação da verdadeira fé e o seu nome verdadeiro é presunção, com esta espécie de fé em vez de vitória sobre o mundo, seremos um fracasso catastrófico neste conflito final dos séculos.
Perg. 07 – É impossível se manter em pé sem fé, é quando a nossa fé cresce e se torna robusta, que nós entramos no repouso divino e nos restauramos em Cristo as nossas almas, para prosseguirmos em nossas jornadas de fé em fé, e, Deus escolheu o sétimo dia originário da Sua criação, para recarga das baterias da nossa fé de forma integral e em uma comunhão, também, de tempo integral.

Parte de quarta feira. Crescendo em fé.

Note o seguinte: Sem o escuda da fé, não saberemos usar os demais componentes da armadura de Deus, e, não sabendo como usá-los, passaremos por grandes vexames no combate da fé.
Perg. 08 – A graça nos concede fé para crescermos no conhecimento Pessoal de Deus, por este motivo, devemos e podemos aceitar este desafio para crescer, sem este crescimento acontece o atrofiamento da alma.
Perg. 09 – O aceleramento em conhecimento da Pessoa do Espírito Santo, acelera, também, o crescimento da fé, e o crescimento da fé, aumenta, também, o amor de uns para com os outros, esta é uma reação em cadeia no processo santificação.
Perg. 10 – O escudo é uma arma de defesa, ele é instrumento de contra-ataque conta as asmas inimigas, e, é por isso que a Bíblia diz que a vitória sobre o mundo tem muito a ver com a fé, ( João 5:4 ), mas, é preciso lembrar que, o soldado cristão não luta somente na defensiva, ele tem, também, que lutar no ataque, e, isto é assim porque entre as peças da armadura, também existe a Espada, conforme Ef. 6:17;Heb.4:12, que é a Palavra de Deus. Nesta batalha e nesta armadura, o nosso Comandante em Chefe, colocou em nossas mãos um sistema de comunicação entre nós e o Quartel General , ou ainda, Santuário Celestial, para onde podemos enviar nossas mensagens de pedidos de socorro e reforços em casos emergenciais e perigos, este sistema pode se denominar de o DDS, ou seja, discagem direta ao santuário, ou seja, a oração da fé. Ef. 6:18. Não existe nenhum equipamento de defesa e ataque, tão perfeito e completo como este. Sem esta armadura certamente seremos derrotados especialmente agora na fase final do grande conflito, com esta armadura, a vitória será absolutamente certa.

Parte de quinta feira. Fé em Alguém.

Este Alguém Se apresenta ao Seu exército como o Seu Capitão e Príncipe, ( Jos. 5:13-15;trad. Brasl e Al.); Ele é o Príncipe dos príncipes de Dan. 8:25, e, o Príncipe da Vida conforme At. 3:15, Al.Cor.Antiga, e O Deus Forte e Pai da Eternidade de Isa. 9:6, é Neste Alguém que a âncora da fé de nossa alma precisa está ancorada. Heb. 6:19-20, Em mais ninguém! At. 4:12.
Perg. 11 – A Bíblia diz que a fé estabelece a lei de Deus ( Rom. 3:31 )e, porque não dizer que esta mesma fé estabelece, também a sâ doutrina, e, segundo este texto citado na lição, precisamos, também, zelar pelas doutrinas da Palavra de Deus, a verdadeira fé não anula as doutrinas, o texto diz: tem cuidado da doutrina e em falar conforme esta sã doutrina.
Perg. 12 – Possuir a vida eterna é o mesmo que Jesus Cristo no trono de nossos corações; não permitir que Ele ocupe este trono, significa o inverso disto, ou seja, morte eterna.
Perg. 13 – Note o seguinte: A igreja não está construída sobre convicções , mas sim sobre uma Pessoa, e, Esta Pessoa é unicamente e exclusivamente, Jesus Cristo.
Nota da perg. 13 – Não existe dois fundamentos, existe O único Fundamento, como dissemos acima, existem sim, colunas que estão fundamentadas Neste Fundamento

Última notinha a baixo: O problema não é possuir dúvidas e sim, cultivar estas dúvidas, devemos cultivar a fé, a certeza nas promessas de Deus e procurar esquecer as dúvidas; em toda a história da humanidade, todos tiveram dúvidas, até mesmo os campeões da fé e, o Próprio Cristo foi atacado pela dúvida, mas venceu ela pela Palavra de Deus e a oração, podemos fazer o mesmo se a nossa fé estiver alicerçada em Sua Pessoa.
Coisas que não entenderemos nunca? Pág. 22, em perguntas para reflexão, item 2. Note, tudo o que for necessário para a nossa preparação para a vida futura, Deus tomou todas as medidas para que possamos entendê-las todas.
Pág.23, a dificuldade não é aceitar o dom da fé, e, sim, desenvolver esta fé e, esta dificuldade consiste em não procurarmos colocar esta fé sempre em contato com o solo da Palavra de Deus. Pág. 23 em fé viva item b.

Que o nosso minúsculo grão de mostarda da fé que recebemos de Deus, esteja sempre contacto permanente com o solo fértil da Palavra de Deus para que cresça, se desenvolva e se torne em uma grande árvore onde os pássaros possam se aninharem. Amém!
Por Gilson Nery B. Costa. Espírito Santo do Pinhal.
E-mail gilnery@uol.com.br Tel.19-3651-1987.
Estado de S. Paulo.Brasil.

Classe Universitários
www.oestadio.com/escola.shtml

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Créditos

100% Adventista

Site melhor visualizado no Google Chrome ou no Mozilla Firefox,
Desenvolvido por Bruno, membro da IASD Central do Rio de Janeiro.

Autores:

Clayson Albino

Daniel Santos

Editor Geral:

Bruno Vieira

Todos os Direitos Reservados © 2008 - 2013

Área Restrita

Usuário:
@comunidadeadventista.com
Senha:
Não consegue acessar a sua conta?

  © Comunidade Adventista - 2008 - 2013 | Desenvolvido por Bruno Vieira