Comentário da Lição - Lição 2 - Gilson Nery

Lição 02. Terceiro trimestre. 4 a 11 / 07 / 009
Comentários de Gilson Nery
Esc. Sabatina

Experimentando a Palavra da vida

Disse Jesus: “...As Palavras que Eu vos disse são espírito e vida.” João 6:63. O Senhor Deus Unigênito foi apresentado ao Universo, nos primórdios de sua história, como sendo Ele Próprio a Palavra, ou o Verbo Personificado, é Ele que torna audível os pensamentos de Deus, foi Ele que, pela primeira vez na pré-história do Universo, traduziu em palavras, estes pensamentos divinos, não fomos nós humanos, os que primeiro experimentamos a Palavra da vida; deveríamos seguir o exemplo do profeta Jeremias, este nos informa que experimentou a Palavra da vida imediatamente após tê-las encontrado, note as suas palavras: “Achando as Tuas Palavras, logo as comi, elas me foram gozo e alegria ao coração...”, ( Jr. 15:16 )e, através do profeta Ezequiel, contemporâneo de Jeremias, Deus nos ensina como experimentar e comer a Sua Palavra, veja as Suas Palavras: “Filho do homem..., come este rolo..., abri a boca...,dá de comer ao teu ventre, e enche as tuas entranhas deste rolo que Eu te dou..., mete no teu coração todas as Minhas Palavras..., ouve com os teus ouvidos, Etc.” Ezq. 3:1,3,10. Dá de comer ao ventre da alma e encher as entranhas da alma com as Palavras que saem e saíram da boca de Deus, não significa necessariamente, estudar teologia ou decorar as Palavras da Bíblia Sagrada, significa, em santa meditação, oração e comunhão com Deus e Sua Palavra, assimilar o poder desta Palavra em todo o nosso espírito, alma e corpo, conforme o significado de Heb. 4:12; significa está sempre em um estado de santa meditação nas Palavras de Deus, permitindo que estas penetrem até a divisão da alma e do espírito, juntas e medulas e que estas venham a discernir os nossos pensamentos e intenções dos nossos corações; jamais conseguiremos chegar a este objetivo, apenas estudando estas palavras ou decorando-as, é preciso assimilar o Espírito da Palavra, e , isso não se consegue sem tirarmos tempo para ouvir, a sós com Deus em oração, a voz do Espírito Santo falando a nossa alma através da Palavra de Deus, Este é o Espírito de vida da Palavra do Qual disse Jesus, vivifica ( João 6:63 ), mas, é preciso encher as nossas entranhas, o nosso ventre e o nosso coração com esta Energia que o Espírito Santo nos concede através da Palavra escrita da Bíblia Sagrada nestes momentos de comunhão e santa meditação e, e, isso significa, também, experimentar a Palavra da vida.

Verso para memorizar: Imaginemos uma Bíblia que tivesse sido escrita por inspiração divina do Espírito Santo, por pessoas que nunca tivessem visto nada da manifestação divina, assim como, também, nunca tivessem visto o Messias e os Seus feitos; este livro mereceria crédito? Resposta: Desde que tivesse sido recebido através da verdadeira fé, sim teria e mereceria o mesmo crédito, mas Deus, em Sua misericórdia, providenciou para que a nossa fé fosse muito bem estabelecida e robustecida com o testemunho de testemunhas oculares que escrevessem de suas experiências pessoais com o Messias e, além disso, inspiradas pelo Espírito Santo sobre a história da redenção profetizada pelos santos profetas os quais, também, foram inspirados por Este Mesmo Espírito, e, assim, temos em mãos, um documentário confirmado pela inspiração divina nestas testemunhas oculares para que pudéssemos, também, sermos testemunhas através desta mesma fé que nos foi entregue. Judas. 3.

Parte de domingo. Introdução á Primeira Epístola de João. ( I João 1:1-4 ).

Perg. 01 – Note que João inspirado pelo Espírito Santo afirma e confirma o seu testemunho de sua experiência pessoal com o Filho de Deus com as seguintes palavras chaves e documentais:
1 – Ouvimos.
2 – Vimos.
3 – Contemplamos.
4 – Tocamos.

Note o seguinte: Este contemplar e este tocar, não foram ocasionais, como ocorreu com muitos daqueles que viram e tocaram em Jesus, mas sim por espaço de anos em convivência diária com Ele, ali no dia a dia, comendo, bebendo e dormindo na mesma residência, eles contemplaram o Filho de Deus durante anos sem interrupção, antes e depois da sua morte e ressurreição, quando Este Mesmo Jesus, permaneceu com eles durante 40 dias; esta é a razão porque o apóstolo pôde dizer estas palavras:Contemplamos e tocamos, ou seja, durante anos antes da Sua morte e 40 dias depois dá Sua ressurreição. .
Perg. 02 – Note: Comunhão Universal e vida eterna; a nossa comunhão com o Pai Celeste através do Seu Filho, o Deus Unigênito e, esta experiência, automaticamente nos coloca em comunhão com todos os habitantes do Universo, com os santos anjos e toda a igreja verdadeira aqui em nosso Planeta.

Parte de segunda feira. I João 1 e João 1.

Perg. 03 – A pré-existência do Verbo Eterno; a definição Deste Verbo como sendo Deus, a Vida e a Luz dos homens.
Perg. 04 – A apresentação do Verbo como Deus Criador e que nada do que foi feito se fez sem Ele; Sem o Verbo, nada e nem ninguém! Note o seguinte: O Evangelho e as epístolas se complementam, é a Palavra de Deus interpretando a Palavra de Deus.

Parte de terça feira. A Palavra da vida. ( I João 1:1,2 ).

Perg. 05 – Significa que a Palavra ai mencionada é a Palavra que cria a vida, Ela é a origem da vida, Cristo é Esta Palavra Personificada, o Verbo Eterno, ou ainda, o Deus Unigênito que Se fez carne e habitou entre nós.
Perg. 06 – Veja o comentário de domingo e João 1:1;Apc. 19:11-13.
Note o seguinte: O Evangelho sem Jesus Cristo, não existe, Ele é o Evangelho Personificado.
Perg. 07 – Significa vida eterna, a vida nas mãos de Deus; Palavra que cura a alma, o corpo e o espírito; Nele estava a vida e Ele era e é a Vida em Si Mesmo; Ele possui vida inerente, não emprestada não derivada; Ele é a Luz dos homens; ele é a Luz do Universo; Nele nos movemos, existimos e vivemos, e isto, hoje, depois de Sua partida para o Santuário Celestial, é processado através do Seu Vigário, ou Substituto, o Espírito Santo.

Parte de quarta feira. Testemunhas oculares.

Perg. 08:

1 – Embora Israel não tenha visto a Deus Face a face e visivelmente, viu o que Deus fez por ele durante 40 anos deserto a fora e, neste aspecto, podiam ser testemunha oculares Deste Deus.
2 – Além de verem as grandes obras do Messias, os apóstolos, viram o Messias e conviveram com Ele.

3 – Mais de quinhentas pessoas viram o Messias ressuscitado assim como Tiago, Paulo e outros.

Nós podemos ser testemunhas oculares do poder de Cristo em nossa vida, embora não possamos ser da Sua Pessoa física e literal.

Parte de quinta feira. Comunhão dos santos.

Perg. 09. Ver neste comentário a parte de domingo. A nossa mente precisa está conectada e sintonizada com a mente de Deus o Pai, com o Deus Filho Unigênito e com a igreja Universal terrestre e a Celestial.
Perg. 10 – Unanimidade, fraternidade e socialismo cristãos; partilha voluntária e com amor, dos bens materiais; freqüência ao templo; louvor, alegria e singeleza de coração; era, realmente, uma comunhão de santos que formava a igreja apostólica.

Pág. 24, em discuta, primeiro parág. Formas atuais de tocar e ver Jesus: Ver com os olhos da fé e tocá-Lo com os nossos pensamentos e nossas palavras de louvor e testemunho oral; lembremo-nos que pensamentos, em certo sentido, são literalmente “coisas;” peçamos ao Espírito Santo que sintonize e conecte a nossa mente com a Mente de Jesus e que os nossos pensamentos O procurem sempre para tocá-Lo, para que possamos viver conectado, com Ele, com O Pai Celeste, com o Espírito Santo e a igreja Universal. Amém!
Pág. 24, em Cristo é Deus e, o tópico, comente: Nenhum ser criado, seja homem ou anjos, poderia pagar com a sua morte, o resgate de uma alma; o Cristo apenas humano, não seria suficiente para quitar esta quase impagável dívida; por outro lado, visto como Deus somente poderia ser tentado como homem assim como exercer ofícios sacerdotais, depois de passar pela experiência humana como Campeão Olímpico em todas as batalhas contra o pecado, se Ele se tornasse homem, assim é que, Deus Se tornou homem para passar por estas experiências, morrendo e ressuscitando para tornar possível o nosso resgate e o nosso futuro eterno na Cidade Eterna, mas, note: Ele morreu como Homem, mas foi a Pessoa de Deus que morreu, foi a Sua divindade atributos ( que não sabemos o que seja ), que não morreu, mas, Deus morreu de fato e realmente e ressuscitou pelo Seu Próprio Poder para exercer o Oficio Sacerdotal por cada um de nós e, morar conosco eternamente. Amém!

Que o Espírito Santo nos faça passar por uma experiência profunda e total com a Palavra da vida. Amém!

Por Gilson Nery B. Costa. Espírito Santo do Pinhal.
E-mail gilnery@uol.com.br Tel.19-3651-1987.
Estado de S. Paulo.Brasil.

Classe Universitários
www.oestadio.com/escola.shtml

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Créditos

100% Adventista

Site melhor visualizado no Google Chrome ou no Mozilla Firefox,
Desenvolvido por Bruno, membro da IASD Central do Rio de Janeiro.

Autores:

Clayson Albino

Daniel Santos

Editor Geral:

Bruno Vieira

Todos os Direitos Reservados © 2008 - 2013

Área Restrita

Usuário:
@comunidadeadventista.com
Senha:
Não consegue acessar a sua conta?

  © Comunidade Adventista - 2008 - 2013 | Desenvolvido por Bruno Vieira