Comentário da Lição - Lição 08 - Gilson Nery

Lição 08. Terceiro trimestre. 15 a 22 / 08 / 009
Comentário de Gilson Nery
Esc. Sabatina.

Amando irmãos e irmãs


“...Com amor eterno te amei, “e” te amo...;” ( Jr. 31:3;Isa. 43:4 ), é a mensagem que a Divindade deixou gravada no planeta terra e, mais particularmente, ali na região do Oriente e no Calvário, nas proximidades da cidade de Jerusalém; sem precisar exatamente o ponto geográfico em que Cristo foi crucificado, permanece bem estabelecido o fato de que, foi ali, naquela região, que o Deus Eterno “escreveu” com o Seu próprio sangue, esta declaração de amor a todos os habitantes do nosso planeta; para nós, seres humanos, Ele assumiu a nossa natureza humana para nos dizer bem de perto, o mais perto possível, que nos ama, nos diz Ele: “Atrai-os com cordas humanas, com cordas de amor...; ( Os. 11:4 ), e, esta é a razão e a motivação pelas quais devemos amar os irmãos e as irmãs, esta deve ser a “mola” impelente que deve mover-nos em amor por todos, não somente pelos nossos irmãos de fé; Cristo morreu por todos, todos foram comprados com o Seu sangue, por isso, todos precisam ser amados e considerados preciosidades de altíssimo e incomparável valor por todos os que professam cristianismo; no contexto do preço que Deus pagou pelo resgate do homem, este, segundo as palavras do Próprio Deus, é mais precioso do que o ouro mais puro e mais raro de “Ofir;” ( Isa. 13:12 ), mas que, na realidade mais ampla, nem mesmo todas as pedras preciosas de todos os mundos do Universo, podem se equiparar a este preço e o valor do ser humano comprado pelo sangue do Deus Unigênito em Seu sacrifício feito pelo homem. Esta é a ótica divina, esta precisa ser a nossa ótica; Deus ama o homem, segundo Ele Próprio disse afirmou nos textos citados acima, com amor eterno e, os motivos são óbvios, Ele nos criou com Suas próprias mãos, não fomos feitos por atacado e à distância por uma Palavra Sua, como ocorreu com os irracionais, mas fomos feito por um processo artesanal; Suas mãos criaram cada célula, cada molécula e cada sistema do nosso corpo e, nos formou a Sua Própria imagem e semelhança e, depois disso, Ele nos comprou, também, com Suas próprias mãos traspassadas na Cruz do Calvário, com o Seu lado traspassado, com Sua Cabeça perfurada pelos espinhos daquela coroa de espinhos, Seus pés furados pelos cravos romanos, Suas costas marcadas pelo chicote, também romano. Fomos criados com muita alegria e o prazer do Senhor, mas fomos redimidos com muita tristeza e angustia da natureza da segunda morte por parte Deste Deus Unigênito em Sua experiência como homem em Sua vivência terrestre e em ter experimentado, por nós, os horrores da segunda morte; é, partindo deste contexto que nós, igualmente, devemos amar a todos os que foram assim comprados com tanto sacrifício; mas, o mais importante não é, propriamente dito, amar os irmãos e as irmãs ou toda a humanidade em geral, o mais importante e de vital importância e valor, é amar Aquele que criou e redimiu o ser humano; mas, como amá-Lo sem O conhecer? E como procurar conhecê-Lo sem uma fonte segura e fiel de informações a Seu respeito? E, uma vez achada, esta fonte, qual o processo que deve ser usado no manuseio desta? Note que o Próprio Deus nos responde a estas perguntas com as seguintes Palavras: “Buscai no Livro do Senhor e lede, nenhuma destas coisas faltará, nem uma nem outra faltará...;” “Então Me invocareis, e ireis, e orareis a Mim, e Eu vos ouvirei, buscar-Me, eis, e Me achareis, quando Me buscardes de todo o vosso coração e, “se clamares por entendimento, e, por inteligência alçares a tua voz; se como a prata a buscardes e, como a tesouros escondidos a procurardes, então, entenderás o temor do Senhor e acharás o “conhecimento” de Deus.” Isa. 34:16;Jr. 29:12-13;Prv. 2:3-5. Eis a fórmula para conhecer teoricamente e Pessoalmente, o nosso Criador e Redentor e, conhecendo-O, amá-Lo com todas as nossas forças, com toda a nossa alma e com todo o nosso coração.
É importante que nos lembremos que quando estivermos empenhados nesta busca, é porque Ele já nos achou e, Se encontra à nossa porta solicitando a oportunidade de entrar em nossa vida e ser achado e conhecido por nós; Apc. 3:20; Ele viajou milhões e milhões de anos luz de distância para chegar aqui em nosso pequenino “grão de areia,” e, ao chegar aqui, em nosso planeta, Se tornou como um de nós para que pudesse chegar até a nossa porta sem nos destruir com a Sua Glória e Esplendor e, fazer-Se conhecido de nós; a distancia que temos de caminhar até Ele é zero, na proporção da distância que Ele já caminhou até nós e, isso, em todos os aspectos e sentidos deste assunto; devemos, também, nos lembrar que, é verdade que Ele não entra em nossa casa ( vida ) sem que abramos a nossa porta, mas, é preciso que se diga ( Nenhum pregador faz isso, infelizmente ) que Ele não espera que abramos a nossa porta para a seguir enviar a Sua voz, Ele sabe que isso nos é impossível; Ele envia a Sua voz através da porta fechada para que ao ouvi-la, tenhamos forças para tirarmos os entulhos que estão nesta porta e puxarmos o ferrolho enferrujado desta porta. Toda a humanidade já ouviu esta voz, mas poucos a cultivaram e a porta continua fechada e, o Viajante interplanetário das Coortes Celestiais, continua do lado de fora na esperança de ouvir o barulho do ferrolho da porta sendo puxado, para que esta seja aberta e Ele entre. ( A ilustração do ferrolho, somente do ferrolho, se encontra em Paráb. 237:3; por favor, não misturar com o conteúdo geral do comentário ).
Ob. A demora em cultivar ouvir a voz do Espírito Santo, que nos fala através da Palavra de Deus, para termos forças para abrir a porta, pode ser fatal, o Viajante Celestial poderá passar adiante e nunca mais termos condições para abrir esta porta.
É através da voz do Espírito santo que nós temos condições de conhecermos pessoalmente a Deus, começando pelo conhecimento teórico e prosseguindo conhecendo-O Pessoalmente e, naturalmente, passaremos a amá-Lo e, amando-O, amaremos, também e naturalmente, aos irmãos e irmãs, assim como a toda a humanidade comprada com o Seu sangue, Sua morte, Sua vida. Amém!

Verso para memorizar: O sentido destas Palavras bem pode ser: Aquele que ama a Deus prove isto, não apenas por palavras, mas especialmente, com atos de amor ( João 3:8 ), isto é assim porque quando alguém ama verdadeiramente a Deus, naturalmente, ama, também, os seus irmãos, nem é necessário um mandamento neste sentido, este amor aos irmãos passa a ser uma conseqüência natural e um fruto do amor a Deus, eu diria que é impossível amar a Deus e não amar os seres pelos quais Ele deu a Sua vida; então por que existe este mandamento para que amemos ao nosso irmão? Em I João 4:20, estão mencionadas pessoas mentirosas que professavam amar a Deus e não amavam aos seus irmãos e, esta foi a razão porque João referiu-se ao mandamento para que amassem aos irmãos, mas, este mandamento não seria necessário se as pessoas cultivassem o amor a Deus, porque, como dito acima, este amor ao próximo é fruto do amor a Deus.

Parte de domingo. As duas passagens sobre o amor. ( I João 3:11-24;4:7-5;4 ).

Perg. 01 – Veja estes conceitos existentes nestas passagens: Pré-disposição para, se preciso, dar a vida pelos irmãos; Não amar somente de palavras; Se o nosso coração nos condena, Deus é infinitamente Maior do que os nossos corações; Guardar os mandamentos por amor torna-os um jugo leve e suave como disse Jesus. Mt. 11:28-30; Deus é Amor; O amor lança fora o temor; Deus nos amou primeiro. Etc.
Ob. Visto como Deus é amor, João, o filho do trovão, ao se relacionar intimamente com Deus, se tornou o apóstolo do amor; os raios, trovões e relâmpagos da Glória de Deus, tem o seu lugar ( Exd. 19;II Reis 1:1-14 ), e Deus operou por estes processos, também, mas, este não é prioridade e, tão pouco nós, de nós mesmos, devemos nos antecipar e apelar para estes processos e, se assim o fizermos, estaremos sendo filhos do trovão e não filhos do amor de Deus; devemos não esquecer que quando Deus apela para os raios e trovões de Sua Glória, Ele o faz por amor as Suas criaturas, embora isto, nem sempre pareça ser assim. Comp.c/ Heb. 12:5-8,11,29; Isa. 33:14-17.

Parte de segunda feira. A “definição” de amor. ( I João 3:1116;4:7-16 ).

O amor é a maior força e poder do Universo, porque Deus é Amor, é o amor de Cristo que nos impele, ele é a mola mestra que deve nos mover em obediência a Deus; o amor dar amor; o egoísmo pede e exige amor; Deus é amor, mas, o amor não é Deus.
Perg. 03 – Abel deu amor; Caim tirou até mesmo a vida do seu irmão que não lhe pertencia; Abel era movido por amor; Caim era impelido por egoísmo, ele foi, depois de Eva, um seguidor da maior religião que existe, ou seja, o Achismo, o seu eu e os seu acho, era centro de suas ações.
A mais perfeita definição de amor está em João 3:16, em junção com Fil. 2:5-8; Deus “deu” o Seu “Filho” “Único,” e Este Único “Filho,” deu-Se a Si Mesmo para toda a eternidade, para a raça humana, tornando-Se Humano para toda a eternidade, passando pelos horrores e angustias da segunda morte em “Sua” Cruz e ressuscitando com o Seu corpo quase todo marcado ( para não dizer, mutilado ) pelos sinais dos cravos em Suas mãos e pés, Sua cabeça pelos espinhos, Seu lado pela perfuração da lança romana e, Suas costas pelas marcas das chicotadas que recebeu dos romanos, instigados pelos líderes de Sua igreja, os judeus. Esta é a mais alta e perfeita definição de amor que existe em todo o Universo! O amor não pede amor, o amor dar amor; o amor não exige amor, o amor se sacrifica para dar amor; o amor é a mola impelente que move e locomove e impele; o amor é a maior força do Universo, como já foi dito neste comentário.

Parte de terça feira. Crise de confiança.

Perg. 04 – Quando o nosso coração ( consciência ) nos condenar cobrando-nos de pecados já confessados e lançados sobre Cristo o Cordeiro de Deus que tira os nossos pecados, enfrentemo-lo com as seguintes palavras de Deus: “Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” ( Rom. 8:1 ), porque o Seu sangue nos purifica de todo o pecado. I João 1:7. É neste sentido, também, que o texto nos diz que maior é Deus que os nossos corações. São as insinuações da nossa consciência contra a Palavra de Deus.
Perg. 05 – Se amamos a Deus acima de todas as coisas, não O temeremos no juízo final em andamento agora em nossos dias, porque o amor lança fora o temor e, enquanto permanecemos em Cristo Jesus, não haverá nenhum juízo de condenação contra nós, seremos julgados, é verdade, mas com juízo de absolvição, não de condenação. Veja João 5:24 na tradução do Padre Matos Soares e Frei Mateus.

Parte de quarta feira. Amor em ação. ( I João 3:17,18;4:1921 ).O

Perg. 06 – Sobre dar a vida pelos irmãos, veja o comentário da pergunta 01. A pré-disposição de dar a vida pelos irmãos é um dom da Graça divina, chama-se o dom do martírio com o qual muitos deram as suas vidas alegremente pela causa de Deus para salvar almas e, este dom é fruto de um amor sem reservas a Deus, quando isto ocorre, a palavra difícil não vai existir em nossa mente.

Parte de quinta feira. Amor e os mandamentos. ( I João 3:22-24;4:21-5:4 ).

Perg. 07 – Note o seguinte: Cada mandamento de Deus é uma expressão do Seu amor e, em cada mandamento existe o poder e a promessa divina para que possamos obedecer a estes mandamentos, é por estes motivos que estes Seus mandamentos não são pesados. Nós precisamos urgentemente assimilar este poder e estas promessas divinas contidas em cada mandamento, pelos méritos únicos de Cristo, para sermos cumpridores de todos os mandamentos das leis de Deus. O amor sem reservas a Deus implantado na alma pelo Próprio Deus, é a maior força que podemos ter para guardarmos os Seus mandamentos; peçamos a Deus que Ele nos encha até transbordar deste dom do Seu amor! Amém.
Pág. 102 – Comentário bíblico, em comente. Note a linguagem de amor preferida, de Deus: Jr. 31:3;Isa. 43:4;Os.11:4;Mt. 23:37. Existem palavras mais bonitas?!


Que pelo poder da Graça de Cristo a nossa vida seja uma expressão do amor de Deus aos nossos irmãos e irmãs e a toda a humanidade. Amém!

Por Gilson Nery B. Costa. Espírito Santo do Pinhal.
E-mail gilnery@uol.com.br Tel.19-3651-1987.
Estado de S. Paulo.Brasil.

Classe Universitários
www.oestadio.com/escola.shtml

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Créditos

100% Adventista

Site melhor visualizado no Google Chrome ou no Mozilla Firefox,
Desenvolvido por Bruno, membro da IASD Central do Rio de Janeiro.

Autores:

Clayson Albino

Daniel Santos

Editor Geral:

Bruno Vieira

Todos os Direitos Reservados © 2008 - 2013

Área Restrita

Usuário:
@comunidadeadventista.com
Senha:
Não consegue acessar a sua conta?

  © Comunidade Adventista - 2008 - 2013 | Desenvolvido por Bruno Vieira